ALIMENTOS - MITOS E VERDADES PARA OS DIABÉTICOS

Muitas pessoas acreditam que o fato de um alimento ser natural significa que é seguro e eficiente. Vejamos alguns exemplos de mitos e verdades a respeito deles.

Mitos

  1. Diabético não pode comer beterraba;
  2. Diabético não pode comer batata e arroz junto;
  3. Diabético não pode comer arroz e macarrão;
  4. O diabético não deve comer caqui, pois é muito doce;
  5. Substituir o leite por café;
  6. Caldo de cana e água de coco são naturais, portanto o diabético pode beber a vontade;
  7. Água tônica é amarga e o diabético pode beber sem problemas;
  8. Suco de fruta é natural, portanto o diabético deve usar e abusar;
  9. Açúcar causa diabetes;
  10. Não beber refrigerante dietético;
  11. Beber muita água dá diabetes;
  12. O diabético não pode comer aipim e nem farofa;
  13. Banana faz mal ao diabético;
  14. Mel e açúcar mascavo são naturais. Sendo assim, diabético pode usar;
  15. Fritura faz mal, mas se utilizada margarina light não;

Verdades

0s três maiores nutrientes da nossa alimentação são:

  • Carboidratos (glicídeos);
  • Proteínas;
  • Lipídeos (gorduras).

Todos formam glicose no nosso organismo.

  • 100% dos carboidratos ingeridos formam glicose;
  • 35% das proteínas formam glicose;
  • 10% das gorduras ingeridas irão formar glicose.

Para manter a taxa de açúcar ou glicemia constante no sangue é necessário uma unidade de insulina para cada 15g de carboidrato.

Os glicídeos podem ser divididos em três grupos:

1) Monossacarídeos - são os açúcares simples, que não necessitam sofrer qualquer transformação para serem absorvidos pelo organismo. Exemplo:

  • Glicose, dextrose - é encontrada no milho, na uva, no mel e em certas raízes;
  • Frutose - é o açúcar das frutas;
  • Galactose - faz parte da lactose.

2) Dissacarídeos - são os açúcares duplos ou combinações de açúcares simples. Temos nesse grupo:

  • Sacarose {glicose + frutose} - é encontrado no açúcar de cana, da beterraba açucareira e no mel;
  • Lactose {glicose + galactose} - é o açúcar do leite;
  • Maltose {glicose + glicose} - é o açúcar do malte e da cevada.

3) Polissacarídeos - são os carboidratos mais complexos compostos de muitas unidades de monossacarídeos. São eles:

  • Amido - encontra-se armazenado nas sementes, nas raízes, nos tubérculos, nas frutas, no caule e folhas de vegetais;
  • Pectina - não é digerível e encontra-se nas frutas;
  • Celulose - é um polissacarídeo resistente às enzimas digestivas, mas podem sofrer ação das bactérias intestinais;
  • Glicogênio - é a forma sob a qual a glicose se armazena no organismo humano.

A principal função dos glicídeos é proporcionar energia.

E isso só acontece se tiver insulina. De 50 a 60% do Valor Energético Total (VET) diário, ingerido por um indivíduo, devem ser compostos de glicídeos. Dez a 15% de proteínas e menos de 30% de lipídeos. Temos, então, um total igual a 100%. Isto é uma alimentação equilibrada, balanceada que todo ser humano necessita. Inclusive o portador de diabetes.

Em um VET de 2 mil kilocalorias diários, 300 gr são de glicídeos que deverão ser distribuídos ao longo do dia em cinco ou seis refeições diárias. Tudo para não se ter muito mais glicídeos em uma refeição do que em outra. E respeitar também o esquema de insulinização e ou hipoglicimiante oral adotados, a fim de evitar flutuações na glicemia.

Se privilegiar-se o uso de glicídeos de rápida absorção, será necessário o uso de insulina de ação rápida. Caso contrário, a glicemia sobe (hiperglicemia) e a insulina engorda, não valendo a pena usar glicídeos de rápida absorção. Este exemplo é válido em tese, mas não aplica na prática.

Se usar mais glicídeos do que se deve (acima de 50% a 60%), ele será estocado como gordura, causando um aumento de peso. Cria-se um desequilíbrio alimentar que irá repercutir na saúde do indivíduo.

É importante lembrar que a alimentação deve ser adequada em micronutrientes (vitaminas, minerais e oligoelementos). Esse equilíbrio não pode ser rompido.

Como vimos, não se trata do pode comer e do não pode comer e, sim, de selecionar alimentos para uma alimentação quantitativamente suficiente, qualitativamente completa, além de harmoniosa em seus componentes.

Acompanhe o quadro de respostas dos mitos:

  1. Diabético não pode comer beterraba. (Falso)

    Cada100 gr de beterraba contém 9,5 gr de glicídeos. O mesmo que a cenoura.

  2. Diabético não pode comer batata e arroz junto. (Falso)

    Pode, desde que esteja contemplado dentro de sua cota de carboidrato daquela refeição.

  3. Diabético não pode comer arroz e macarrão. (Falso)

    Pode, desde que esteja dentro da cota de carboidrato da refeição.

  4. O diabético não deve comer caqui, pois é muito doce. (Falso)

    Pode, desde que se respeite a cota de carboidratos.

  5. Substituir o leite por café. (Falso)

    O leite é fonte de proteína e cálcio. O certo seria substituí-lo por coalhada, iogurte ou queijo. Já o café pode ser substituído pelo chá preto ou pelo mate.

  6. Caldo de cana e água de coco são naturais, portanto o diabético pode beber a vontade. (Falso e Verdadeiro)

    Para consumir caldo de cana, necessita-se de insulina de ação rápida, que é utilizado por quem faz uso de bomba de infusão contínua de insulina. Requer estar em ótimo controle glicêmico, liberado portanto pelo médico. Não é aconselhável por seu difícil manejo e por não trazer benefícios maiores à saúde do que outros alimentos trazem.

    Já a água de coco não pode ser ingerida a vontade. A não ser que esteja dentro da cota de carboidrato.

  7. Água tônica é amarga e o diabético pode beber sem problemas. (Falso e Verdadeiro)

    É o mesmo caso do caldo de cana. Para bebê-la, necessita-se de insulina de ação rápida, utilizado por quem faz uso de bomba de infusão contínua de insulina. Requer estar em ótimo controle glicêmico. Não é aconselhável por seu difícil manejo e por não trazer benefícios maiores à saúde do que outros alimentos trazem.

  8. Suco de fruta é natural, portanto o diabético deve usar e abusar. (Falso)

    Pode-se usar, mas não abusar. É importante não esquecer de verificar a cota de carboidrato antes.

  9. Açúcar causa diabetes. (Falso)

    O uso de açúcar não causa diabetes. Mas sendo diabético, seu uso depende de insulina de ação rápida e pode ser usado em quadros de hipoglicemia. Nestes casos, apenas para quem faz uso de bomba de infusão contínua de insulina, estando bem monitorado e com a glicemia controlada.

  10. Não beber refrigerante dietético (Falso)

    Pode-se confiar nos refrigerantes dietéticos.

  11. Beber muita água dá diabetes. (Falso)

    Não. A hiperglicemia ou o alto índice de açúcar no sangue é que provoca a sede. A sensação de estar com muita sede ou a polidpsia faz com que se beba muita água. Este quadro leva a poliúria (urinar muito e frequentemente). Estes são sintomas de diabetes malcontrolado.

  12. O diabético não pode comer aipim e nem farofa. (Falso)

    Pode, desde que esteja dentro da cota de carboidrato de uma refeição.

  13. Banana faz mal ao diabético. (Falso)

    Não. O diabético pode comer banana, desde que respeite a cota de carboidrato.

  14. Mel e açúcar mascavo são naturais. Sendo assim, diabético pode usar (Falso e Verdadeiro)

    O uso de açúcar mascavo e mel depende de insulina de ação rápida, pode ser usado em casos de hipoglicemia e em quem faz uso de bomba de infusão contínua de insulina. Mas precisa-se estar bem monitorado e com a glicemia controlada. Não é aconselhável o uso por seu difícil manejo e por não trazer benefícios maiores à saúde do que outros alimentos.

  15. Fritura faz mal, mas se utilizada margarina light não. (Falso)

    Se a fritura estiver dentro de cota de lipídeos (gorduras) é permitido. Mas se extrapolar a cota, não deve-se comer.

Fonte: Revista Nutrição
Enviado por Ana Maria dos Santos - Colaboradora do GAAD

21 comentários:

Dri Viaro disse...

Oi, vim conhecer seu blog, e desejar boa semana
bjsss

aguardo sua visita :)

fabianadiloreto disse...

passei para conhecer e gostei muito. vou voltar mais vezes. muito obrigado
Fabiana Di Loreto

Sidney disse...

tem algum alimento natural que produsa insulina ja ouvi falar em uma planta chamada insulina tem alguma coisa a ver

Anônimo disse...

Oi tudo bem? gostei do site. eu principalmente vo votare bastante vezes tenho diabetes tipo 2 mais é bom estar atualizado sempre sobre a doença. Gustavo T Fim

Anônimo disse...

Vim conhecer, sou Diabética novata e estou mto confusa e atrapalhada na ingestão de alimentos, não estou conseguindo monitorar minha glicemia, sou magra, faço atividade física, e não quero emagrecer mais, e tenho muita fome, podem me ajudar?
mmdcsempre@hotmail.com

Anônimo disse...

hovi dizer q cha de cravo branco (flor),eafazena e bom pro controle da glisemia

Anônimo disse...

tenho um neto de 4 anos q e diabetico insulinado mas ta dificil de controlar oq faser.

Anônimo disse...

MUITO BOM

Anônimo disse...

oi, boa tarde?tenho diabete as vezes fica alta as vezes baixa!!quero saber se posso comer rapadura de cana de açucar!!gosto muito mas tenho medo de me fazer mal!!ahh e sinto muita fome o quer dizer isso??obgado!!

Anônimo disse...

Meu nome é José e moro em Fortaleza-CE. Descobri há pouco tempo que estou diabético tipo 2. Ainda me sinto meio confuso e atrapalhado. Tenho lido muito sobre essa doença, mas vejo que existem muitas informações desencontradas a respeito do assunto. Quem puder me ajudar, aceito sugestões. Gostaria também de entrar em contato com um grupo de apoio.

jucélia disse...

adorei tirei muitas duvidas pois sou diabetica amenos de um mes e estava sem imformaçao .e com muitas duvidas.

abenedito disse...

oi meu e amarildo descobri que sou diabetico levei um susto pois tenho apenas 35 anos me achei muito novo e nao preparado para isso mas tenho caso na familha minha mae e diabetica e toma insulina minha glicose chegou a 283 hoje controlo e ela fica entre 109 a 120 descobri a pouco mais de um mes

Anônimo disse...

Oi, passei pra conhecer seu blog e tirei muitas dúvidas.

Anônimo disse...

oi gostaria de saber quais os alimentos que diabete nao pode comer ?

The King Of RPG disse...

sou diabetica a dois anos, tomo insulina pois estava quase ficando cega, gostaria mais sobre as frutas que posso comer. obrigada, ana.

Anônimo disse...

achei otimo pellnegao imail ;negaopell@hotmail.com .EVERALDO...MEU NOME

Anônimo disse...

Sou diabetico há 20 anos. Só há 3 meses estou fazendo controle. Em se tratando de alimentação,tudo me parece novo.
Tomo insulina lantus e humalog. Agora leio da suspeita da lantus desenvolver cancer.
Que outra (s) insulina (s) eu poderia questionar o médico de menor (es) efeito (s) colateral (is)? Me ajudem. Agradeço.

Anônimo disse...

oi bom dia sou diabetica e tomo glucoformim mas nao estou conseguindo controlar a diabete o que faço as vezes chogo a chorar de tanta raiva vc poderia me ajudar. anja.ester@hotmail.com

Anônimo disse...

Gostei muito das informações. Descobri que tenho diabetes tipo 2 há 15 dias. Confesso que fiquei desesperada porque não existem casos em minha família. Fiquei abalada psicologicamente e muito deprimida porque conheço os riscos dessa doença. Acreditem não é fácil aceitar!!!Agora estou me informando o que posso comer para tentar manter uma vida normal.

edna silvino disse...

MUITO BOA ESSAS ENFORMAÇÕES POIS TENHO UMA FILHA DIABETICA

Anônimo disse...

adorei as informações, são de muita importância na vida de uma pessoa diabética...gostaria de saber se é verdade ou mito que a rapadura pode ser consumida sem problemas,pois me falaram que é único doce que um diabético pode comer. bjs

Postar um comentário

O GAAD Brasil - Grupo de Apoio aos Amigos Diabéticos fica muito feliz em saber que nosso esforço e dedicação à informação deixa pessoas como você satisfeitas em comentar este assunto!

Obs.: As opiniões e textos expressos publicados nos comentários, são de responsabilidade daqueles que a assinam (ou de seu IP).

 
© 2008-2012 by Luís Uffermann | Todos os direitos reservados ao GAAD - Grupo de Apoio aos Amigos Diabéticos | Design by Wpthemedesigner | Converted To Blogger Template By Anshul